Blog

Especial Dia dos Pais: Cuidados na hora de adotar um pet

Publicado: 03/08/2020

Neste domingo (09), comemoramos o Dia dos Pais, e para comemorar, que tal adotar um pet e expandir a família? Se atente aos cuidados necessários quando for adotar!

Não tem coisa melhor que chegar em casa após um longo dia de serviço e ser recepcionado por aqueles que nos amam! E sempre podemos considerar a possibilidade de aumentar a nossa família e adotar um pet, mas alguns cuidados devem ser tomados, confira:


1- Procure um abrigo de animais!


No Brasil, temos aproximadamente 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos em situação de rua ou abandono, porque não ajudar esses pobres animais que nunca fizeram mal a ninguém? Evite também criadouros de animais de raça de procedência duvidosa. Muitas vezes eles deixam as fêmeas em situação de saúde complicada para conseguir dinheiro a partir da procriação, e isso não é certo!!


2- Deixe um espaço separado especificamente ao seu pet


Se você for adotar o seu primeiro pet, já separe um cantinho especial da casa só para seu pet, criando referência e disciplina, e também para que, durante a criação da rotina deles, é importante que eles possam ter acesso a qualquer hora. Nesse local, é importante ter os utensílios de alimentação, caixinha de areia (no caso dos gatinhos) e seus brinquedos (preferencialmente em caixas organizadoras para que não fiquem espalhados)


Cães e gatos que acabaram de chegar na casa nova muitas vezes não são castrados ou acostumados a fazer xixi na caixa de areia (no caso dos gatos) ou durante os passeios (no caso dos cães) e podem querer também marcar território (no caso dos não castrados). Tenha seu Xô Xixi para não precisar sofrer com limpeza!! Garanta o seu aqui

3- Prepare-se para uma mudança completa na dinâmica do seu lar!!


Um novo integrante na família exige uma grande mudança no ambiente doméstico!! Assim como ele deverá se adaptar ao novo ambiente, você deverá se adaptar a conviver com mais um membro na sua família. è preciso calma, paciência e bastante organização nessa chegada, sendo gatinho, cachorro ou até mesmo um passarinho. O seu novo amigo trará novos hábitos familiares e novas rotinas e, por isso, é fundamental que você esteja preparado para a sua chegada e para essa primeira fase de adaptação.


4- Escolha a ração adequada à idade, porte e peso do seu animal!


Cuidados com a alimentação são essenciais para a saúde do seu pet! Se atente a todos os detalhes, e se possível consulte um veterinário para encontrar a ração adequada ao seu pet! Sem o conhecimento adequado podemos ficar confusos diante de tantos tipo de ração (seca, úmida, premium) quantidades certas de comida, alimentos permitidos ou proibidos para o seu pet e outras (muitas) especificações à parte. Mas o que você realmente precisa saber sobre esse tópico é que a escolha da ração - tanto dos cachorros quanto dos gatos - varia de acordo com o peso, a idade e o porte do animal. Por isso, fique de olho nas embalagens! Elas indicam se é para filhotes, seniors, adultos, castrados, porte grande ou pequeno e outras características importantes.


5- Se adapte à rotina do seu pet (sobretudo se for um cãozinho)


Entender que há uma necessidade de adaptação à rotina é a primeira etapa, e adentrar é o passo principal. Cães precisam necessariamente de passeios (alguns gatos também gostam de passear! Mas importante: passeios só com o dono junto!!), pois é a principal atividade física deles, e é necessário, no mínimo, 15 minutos por dia, e esse tempo pode aumentar dependendo da raça. Não se esqueça que também os cães precisam de banho a cada 15 dias e eles gostam de se alimentar juntos dos donos, reserve esse período para manter uma rotina com ele!

Voltar